Datas Comemorativas

Hoje é: Dia do Museólogo.

Amanhã é: Dia das Apaes.

De 10 em 10 - Veja notícias desta terça-feira, 2, que você não pode deixar de saber para comentar por aí

1 - Com a publicação do edital na edição desta segunda-feira (1º) do Diário Oficial da União (DOU), começam amanhã (2) as inscrições para o programa Bolsa Atleta. Serão beneficiados mais de 5,8 mil atletas olímpicos e paralímpicos, com investimento previsto de R$ 78,9 milhões. Com inscrição pela internet, a seleção leva em conta os atletas que praticam as modalidades olímpicas e paralímpicas que estarão nos Jogos de Tóquio em 2020. Por isso, o desempenho dos esportistas em provas disputadas no ano passado servirão de base na análise dos candidatos. O prazo para inscrição termina em 11 de outubro.

2 - O Hospital do Idoso Zilda Arns, de Curitiba, lançou, nesta segunda-feira (1º), a campanha de humanização “Todos somos o amor de alguém”. O evento marcou o início da Semana do Idoso que a instituição promove até sexta-feira (5). A data de lançamento foi escolhida em comemoração ao Dia Mundial do Idoso, celebrado nesta segunda-feira, dia 1º de outubro.

3 - Com o mote Prevenir é um Ato de Coragem. Lute Pelo que te Faz Feliz, a campanha Outubro Rosa 2018 foi lançada nesta segunda-feira (1), no calçadão da XV de Novembro, em frente à Associação Comercial do Paraná (ACP), com a presença do prefeito Rafael Greca e da secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak. O objetivo da campanha é chamar a atenção da população sobre o autocuidado e exames de rotina para prevenção e deteccão precoce do câncer de mama.

4 - As flores do paisagismo de Cuririba mais uma vez, entraram na corrente do Outubro Rosa, pelo alerta para detecção precoce do câncer de mama. Nos últimos dias, as mudas vêm sendo trocadas e, em breve, as cores devem aparecer. Nas ruas, serão cravinas e bocas-de-leão. Elas poderão ser vistas nos canteiros da Avenida Manoel Ribas, nos parques Tingui e Tanguá e no Bosque Alemão. Até a próxima semana, todas devem ser plantadas.

5 - O Ministério da Educação (MEC) poderá destinar, ainda este ano, no total, até R$ 12 milhões para obras emergenciais no Museu Nacional no Rio de Janeiro, afetado por um grande incêndio em 2 de setembro. A pasta prometeu repassar R$ 10 milhões, mas esse valor pode aumentar, segundo o secretário Executivo do MEC, Henrique Sartori.

6 - Estudantes da rede pública receberão livros de literatura em 2019, além do material didático, de acordo com o novo formato do Programa Nacional do Livro e do Material Didático Literário (PNLD). A escolha das obras pelas escolas credenciadas ainda não foi iniciada e deve ocorrer em outubro.

7 - Foram aprovadas no processo de seleção para o Programa Institucional de Internacionalização (PrInt) 36 instituições de ensino superior brasileiras. O resultado final foi divulgado nesta segunda-feira (1), pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação. Os projetos selecionados terão início em novembro e um prazo de duração de quatro anos. A partir de 2019, R$ 300 milhões serão investidos anualmente pela Capes no programa.

8 - Com 10 meses de operação, o programa Escola do Trabalhador recebeu 548,2 mil matrículas e qualificou 81,5 mil pessoas. A plataforma de ensino à distância do governo federal oferece 24 cursos, todos com foco nas necessidades do mercado de trabalho, tudo gratuito. Segundo o Ministério do Trabalho, a Escola do Trabalhador oferece qualificação profissional principalmente para quem está desempregado e precisa do seguro-desemprego. Atualmente, 357,8 mil estudantes estão inscritos; destes, 64,33% não fazem parte do mercado formal. Os cursos são feitos pela Universidade de Brasília (UnB).

9 - O Centro Universitário UniOpet, de Curitiba, formou na última semana a sua primeira turma do curso de Engenharia de Produção, que é reconhecido com o grau 4 pelo Ministério da Educação. A colação de grau ocorreu na Ópera de Arame e contou com a presença da comunidade acadêmica, familiares e amigos dos formandos. Essa é uma das três graduações em engenharia oferecida pelo UniOpet, que também forma profissionais em Civil e Mecânica.

10 - Três em cada quatro idosos dependem exclusivamente do Sistema Único de Saúde (SUS) para acompanhamentos e tratamentos. Estudo divulgado nesta segunda-feira (1º) pelo Ministério da Saúde mostra que, nos últimos 12 meses, 83,1% da população com mais de 60 anos realizou pelo menos uma consulta na rede e 10,2% foram hospitalizados uma ou mais vezes. Atualmente, os idosos representam 14,3% dos brasileiros; ou seja, 29,3 milhões de pessoas. Outros dois dados evidenciam a necessidade de o Brasil continuar a investir nos atendimentos aos mais velhos: quase 40% dos idosos têm uma doença crônica e 29,8% têm duas ou mais como diabetes, hipertensão ou artrite.

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

Artigo do Dia

Somos mal-educados dentro e fora do WhatsApp?



Autor(a):

Acedriana Vicente Vogel