Datas Comemorativas

Hoje é: Dia Mundial da Televisão.

Amanhã é: Dia do Músico.

Coluna 10

Andréa Marques - andrea@nota10.com.br

Diretora e Editora do Site Nota 10

Reunir é um começo, manter-se juntos é um progresso e trabalhar juntos é Sucesso!

Henry Ford

6 formas de ensinar as crianças a guardar dinheiro

Evitar que as crianças sejam consumistas é um desafio. A principal orientação é que sejam educadas financeiramente desde a infância, de acordo com o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos. “A falta de paciência e o constante desejo por coisas novas são indícios de que crianças e jovens podem estar se tornando consumistas e devem ser educados financeiramente. O ideal é que aprendam, o quanto antes, a poupar para conquistar seus sonhos”, orienta Domingos.

Confira 6 formas de ensinar as crianças a guardar dinheiro:

1- Dê mesada

Caso a criança tenham contato constante com o dinheiro, pedindo valores com frequência, considere dar mesada. O ideal é que ela poupe parte do valor e use a outra parte para o consumo. Não é interessante poupar tudo, tão pouco consumir tudo – quando se trata de dinheiro, é preciso ter equilíbrio.

2- Converse sobre sonhos

Toda criança tem desejos e sonhos, que podem ser materiais (como ter brinquedos e livros novos) ou não materiais (como fazer um amigo, por exemplo). Reserve um momento em um ambiente agradável para falar sobre os sonhos.

3- Ensine a guardar em cofrinhos

É interessante que as crianças poupem para seus sonhos em três cofrinhos de tamanhos e cores diferentes, um para cada sonho: de curto prazo (a ser realizado em até um mês), médio prazo (seis meses) e longo prazo (até um ano).

4- Peça que desenhe os sonhos

Para que a criança tenha os sonhos sempre em mente, peça que desenhe e converse sobre cada um deles. Assim ela terá constante estímulo para realizá-los.

5- Veja se a escola debate Educação Financeira

Diversas escolas da região oferecem aulas de educação financeira para os alunos por meio do Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas. Assim a responsabilidade de educar financeiramente as crianças é compartilhada e os resultados são melhores.

6- Dê o exemplo

As crianças são observadoras e aprendem muito pelo exemplo, portanto é importante que os pais tenham educação financeira, poupem para conquistar seus próprios sonhos e consumam de forma consciente.

Fonte: DSOP Educação Financeira

Calendário vacinal

O Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) conclamam a população, os médicos e demais profissionais de saúde a se contraporem ao movimento antivacinas, que surgiu nos países mais desenvolvidos e tem ganhado adeptos no Brasil. Para as duas entidades, a falta injustificada de vacinações pode causar o aumento da morbidade e da mortalidade de crianças, de adolescentes e da população adulta, “consolidando um retrocesso em termos de saúde pública”. Uma nota divulgada na sexta-feira (23) alerta os pais e responsáveis sobre a importância de levarem crianças e adolescentes aos postos de saúde para receberem as doses constantes no calendário vacinal.

Acadêmico muito especial

O acadêmico do curso em Bacharelado em Educação Física da Unisul Câmpus Grande Florianópolis – Pedra Branca, Augusto Delfino, é o primeiro paralisado cerebral que colará grau no Brasil. Nesta quarta-feira, 28/06, às 10h30, no Auditório C, o estudante irá defender seu TCC – Trabalho de Conclusão de Curso – sobre Qualidade dos Serviços prestados no Estádio da Ressacada. O trabalho foi orientado pelo professor Rafael Andreis e terá como banca a professora Maria Leticia Knorr, Coordenadora do Curso de Educação Física, e a professora Fabiana Figueiredo. O Augusto Delfino colará grau no dia 16 de setembro deste ano e com isto se tornará o primeiro paralisado cerebral a colar grau em Bacharelado em Educação Física do Brasil.

Sem ética

Para o jovem, a sociedade brasileira não é ética. Esse é o resultado de uma pesquisa inédita feita pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial – ETCO, em parceria com o Datafolha. O levantamento constatou que para 90% dos entrevistados, entre 14 e 24 anos, a sociedade brasileira é pouco ou nada ética. Os números não melhoram nem mesmo quando o alvo do questionamento é o comportamento de pessoas próximas de seu relacionamento. Os próprios familiares foram considerados pouco ou nada éticos para 57% dos entrevistados. A avaliação sobre os amigos é ainda pior: 74%. Em relação à própria conduta, 63% dos jovens afirmam que buscam ser éticos na maioria das vezes em seu dia a dia. Apenas para 8% deles é possível ser ético o tempo todo. Quando confrontados com perguntas menos hipotéticas e mais objetivas, nem sempre mantiveram a mesma firmeza de conduta. Por exemplo, mais de 50% deles concordam ou concordam totalmente que ao comprar um produto é importante saber se a empresa paga impostos e respeita o meio-ambiente. No entanto, 52% compra produtos piratas por serem mais baratos – a justificativa é que não acreditam estar fazendo mal a alguém.

Um nome para a onça

Já está na fanpage da Itaipu Binacional no Facebook um concurso para escolher o nome da primeira onça nascida no Refúgio Biológico Bela Vista (RBV). A filhote fêmea completa seis meses nesta quarta-feira (28). Segundo o médico veterinário Wanderlei de Moraes, da Divisão de Áreas Protegidas da Itaipu, dar um nome à oncinha ajuda a criar um vínculo com o animal, além de envolver o público com a questão da proteção da biodiversidade. Ele chama a atenção para o fato de que dar um nome não significa “petizar” (tratar como pet) um animal selvagem. “As onças do RBV são mantidas dentro de um ambiente o mais próximo possível das condições encontradas na natureza”, afirmou. Os pais da oncinha, Nena e Valente, são animais resgatados. Tiveram seus pais mortos por caçadores. Formar casais compatíveis para reprodução não é tarefa fácil. A Itaipu levou 14 anos para isso. Agora, a ideia é que a oncinha permaneça por um ano junto à mãe e, futuramente, possa também se reproduzir e, quem sabe, contribuir para um programa de reinserção de onças em ambiente natural. Em 2018, Nena e Valente voltam namorar para novas tentativas de reprodução. A escolha do nome se dará em duas etapas. Na primeira etapa, os internautas terão dez dias de prazo para deixar sugestões de nomes na fanpage, por meio de comentários em um post específico para o concurso. Dos nomes sugeridos, cinco serão selecionados por uma comissão interna para uma votação final, também via Facebook. 

A Nodes Tecnologia, distribuidora das soluções antivírus Avira no Brasil, identificou nova onda de ataques dos criminosos cibernéticos contra os usuários do NETFLIX. Por meio de uma mensagem falsa, os criminosos pedem para que o cliente do atualize a forma de pagamento do serviço de streaming de filmes e séries de TV, oferecendo um link para uma página também falsa para coletar os dados bancários e de cartões de crédito da vítima. Na mensagem os criminosos alegam que “houve um problema com a autorização do pagamento” e por isso o serviço foi “interrompido”. Além disso, é solicitado que o cliente “entre em contato com a emissora do cartão de crédito” caso “os problemas persistirem”.

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou o PL 706/2012, de autoria do deputado Feliciano Filho (PSC-SP), chamado ‘Lei AntiCobaias’. “O projeto é um sonho antigo da proteção animal, que irá poupar muitos animais de angústias, dor, sequelas e até a morte. O PL foi elaborado conjuntamente com a 1ª Comissão Permanente Antivivissecção do Brasil, criada por mim em 2012. Desde então, tenho trabalhado muito para conseguir aprová-lo em todas as comissões. Agora, o projeto segue para sanção ou veto do Executivo estadual. Esperamos que o governador Geraldo Alckmin tenha a sensibilidade e o discernimento de sancioná-lo”, ressaltou o deputado Feliciano Filho. 

Vejas as demais publicações

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

Coluna 10

Artigo do Dia