Datas Comemorativas

Hoje é: Dia do Cantor e Dia Mundial do Rock.

Amanhã é: Dia da Liberdade do Pensamento.

Artigos

Marcélio José Ribeiro - contato@cantareira.com.br

Coordenador do curso de Administração e dos Núcleos de estudos e pesquisas da Faculdade Cantareira.

Sala de aula: condição necessária, porém não suficiente

Desde pequenos, aprendemos que o sucesso depende de muito esforço e estudo. Isso é, de fato, realidade. Contudo, há outros fatores que influenciam e que podem levar ao sucesso profissional. Alinhado à ideologia de prosperidade, o mercado vende receitas prontas, em forma de pacotes, e oferece às pessoas uma perspectiva de crescimento e evolução profissional que nem sempre é condizente à realidade do universitário.

Não por acaso, nos deparamos com slogans comerciais de instituições de ensino superior que vendem ideias de sucesso, aliadas sempre à realização de um curso ou chancela que determinada instituição oferece. Com este discurso, a impressão que fica é que basta ocupar uma carteira na sala de aula e a promessa se realizará.

Porém, muitas vezes, não é bem isso que acontece. O que está errado então? É errado associar o raciocínio que a educação escolar está atrelada ao sucesso? Penso que não.

Para compreender melhor a nossa posição, faço-me valer de dois conceitos lógicos e muito úteis nestes novos tempos: necessidade e suficiência. Digo "nestes novos tempos" por compartilhar as ideias de Edgar Morin, sobre a nova forma de organização do nosso pensamento, que substitui o conectivo lógico disjuntivo "ou" pelo conjuntivo "e".

Se, no passado, nos organizávamos a partir da lógica disjuntiva (certo ou errado; belo ou feio; verdadeiro ou falso), hoje, nos rendemos à lógica conjuntiva do pensamento (certo e errado, belo e feio; verdadeiro e falso). Na prática, isso significa que o conhecimento é agregação e não exclusão.

Não é assim a lógica do mundo moderno? Somente admitindo essa mudança paradigmática do pensamento é que podemos compreender o esforço para a inclusão do "diferente" na sociedade, seja com as minorias ou com grupos historicamente excluídos dos direitos da cidadania.

Seria ingenuidade acreditar que, do ponto de vista da formação de qualquer profissional, a sala de aula seja a condição suficiente para tal empreendimento. Trata-se de uma condição necessária, pois sem ela você não efetiva a sua formação e preparação para o sucesso, mas não é só ela.

Na instituição de ensino onde respondo como coordenador do curso de Administração e pós-graduação, há muito tempo, temos essa consciência. Criamos experiências pedagógicas que estimulam a competência gestora, a visão sistêmica e articulada das atividades dentro e fora da sala de aula.

Saídas culturais guiadas e a promoção de grupos de estudo sobre os principais assuntos relacionados ao universo de estudos são atividades que reforçam a ideia de complementaridade na formação.

Acredito que a única dimensão suficiente na educação escolar do futuro profissional é a consciência da formação contínua, em todas as suas potencialidades.

Veja outros artigos deste autorVeja artigos de outros autores

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas