Datas Comemorativas

Hoje é: Nascimento de Linus Pauling, cientista, EUA (1901).

Amanhã é: Dia Mundial das Doenças Raras. Foi escolhido este dia exatamente por ser também ele raro. Nos anos que não são bissextos, comemora-se no dia anterior, dia 28 de fevereiro.

Artigos

Esther Cristina Pereira - cris@escolaatuacao.com.br

Esther Cristina Pereira é psicopedagoga, diretora da Escola Atuação e vice-presidente do Sinepe/PR.

O que o mensalão tem a ver com a educação?

Na semana passada, quando nos deparamos com as notícias sobre o resultado do processo do mensalão nos jornais, questionamos onde vamos parar com tudo isso. Onde vai parar a nossa educação? Cada pai de família deve estar se perguntando o quanto é complexo ensinar e educar no nosso país atitudes de condutas corretas, ensinar a ser do bem. De que adianta passar a seus filhos noções de cidadania, do certo e do errado, se temos no mais alto escalão pessoas que decidem nosso futuro como nação, políticos que fazem horrores, como roubar, trapacear, enganar, mentir, enrolar e no final nada acontece.

Se avaliarmos com frieza, nossos adolescentes estão certos quando tomam atitudes errôneas com relação ao mundo da verdade, da sinceridade e do bem. Estão certos em dizer “gente, não dá nada, somos adolescentes e não podem nos punir, não existe lei para isso”. Acredito que precisamos pensar melhor ou escolher melhor nossos políticos, juízes, gestores de país, pois quando nos deparamos com tais situações verdadeiramente nos desesperamos em saber quem nos rege quanto nação. Onde vamos parar?

Como os pais podem dizer algo aos seus filhos quando a mídia escancaradamente mostra o que é nosso país e como as leis são lidas e regidas pelo poder público. Será que não existe uma preocupação de que nossas crianças informadas e informatizadas da maneira que estão vivendo tudo isso façam referência de que é melhor ser errado, fazer errado e viver errado?

Necessitamos de reflexões minuciosas com relação a tudo o que está acontecendo. Sendo nós os adultos e referências para os pequenos, que movimentos devemos fazer para minimizar esta visão de que tudo que faço de errado não dá em nada, de que posso mexer nas coisas alheias, pegar dinheiro público, e que justiça é uma palavra que em nosso país não existe.

A criança é um ser humano justo de nascença, ela nasce pura, verdadeira, correta e muda as suas referências baseada no que vive, no que vê, no que lê, no que ouve, usando os modelos de adultos que lhe são cabíveis. Precisamos pensar nisso com seriedade.

Veja outros artigos deste autorVeja artigos de outros autores

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas