Datas Comemorativas

Hoje é: Dia Mundial da Ciência.

Amanhã é: Dia do Doador de Sangue.

Artigos

Eder Roberto Dias - ederoamorsemprevence@bol.com.br

Escritor, poeta, palestrante e autor do livro: O amor sempre vence... Editora Gente.

Estrela de Belém

É Natal! Momento de nos colocar presentes mediante a tudo o que deixamos de nos dar, mediante a tudo o que deixamos de conhecer ou validar em nossa vida. Jesus Cristo menino nasceu para que pudéssemos ter a felicidade em nos reconhecer parte atuante da vida e, de tudo, que seja importante no reconhecimento de nossa estrutura de sonhos e conquistas.

A estrela de Belém brilhou aos três reis magos para que pontuasse a localização do filho de Deus ante a todas as coisas que não deveriam proibi-lo de sua chegada ao mundo dos homens. Somos e estamos vivos para redimir nossos pecados, para cumprir a evolução espiritual que tanto deve nos aproximar do amor maior de respeito ao mundo da igualdade social que ainda não vivemos.

Os absurdos com que nos deixamos existir não podem nos fazer esquecer da realidade que deve haver na família que represente a sagrada comunhão entre José e Maria. Perdemos quando desmanchamos o amor e aceitamos o ódio como argumento desumano que nos mata e crucifica! Somos nós em nossas desigualdades que desvalorizamos os aspectos simples desse nascimento, pois queremos mais que podemos ter. Não há veracidade no Natal se não nos fazemos simples e próximos de uma humildade que represente a luz de um nascimento que acontecido, foi em uma manjedoura, junto aos animais que olhavam ao filho de Deus e seus muitos caminhos de salvação e amor.

O Natal deve nos diluir dos maus sentimentos, das más ações e culpas que nos impeça de sorrir e cantar coisas que somem no tempo que ainda tenhamos de viver. Estamos aqui sem saber o que nos aguarda no futuro mais próximo! É no amor e nas ações de bondade que seremos guardados nos corações daqueles que nos reconhecem bons e donos de nossos mais significativos movimentos de fé e carinho. Natal não é um momento de bebedeiras e comilanças, mas um instante de verificação do quanto tudo é passageiro e curto.

Que é nos presentes mais santificadores que estarão o real exemplo desse dia de unificação entre o céu e a Terra. Jesus Cristo filho de Deus nasceu para ser o maior entre os maiores sábios que um dia o mundo pode reconhecer. Ele vive! Para sempre nesse mundo que um dia será um lugar de boas execuções de virtudes de localização dos espíritos que encarnados estarão para ensinar e aprender o valor do significado em sentir. Que o Natal seja o nosso primeiro passo para a evolução que nos faça nos aproximar de nossos melhores sentimentos de perdão.

Feliz Natal!

Veja outros artigos deste autorVeja artigos de outros autores

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas