Datas Comemorativas

Hoje é: Nascimento de Linus Pauling, cientista, EUA (1901).

Amanhã é: Dia Mundial das Doenças Raras. Foi escolhido este dia exatamente por ser também ele raro. Nos anos que não são bissextos, comemora-se no dia anterior, dia 28 de fevereiro.

Artigos

Marcilene Bueno - marcilex@gmail.com

Doutoranda em "Innovation in Engineering Education", na Unesp de Guaratinguetá (SP), mestre em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É diretora da Mestra Educacional, uma entidade com vocação educacional, atuando presencialmente e a distância.

Alma: um movimento inovador

Ideias são a riqueza do século XXI. Ideias, habilidades, competências, aprendizagem. O mundo contemporâneo tem necessidade de saberes e progresso científico que colabore na solução dos mais urgentes problemas da humanidade. Porém, para chegar a tais resultados, precisamos de estratégias que potencializem – especialmente quanto à excelência da aprendizagem - nossa educação básica e superior. Para isso, apresentamos a Alma – Associação Latina de Metodologias e Aprendizagem.

Elemento comum no discurso dos contemporâneos pesquisadores da educação é a necessidade de mudarmos o paradigma de nossas salas de aula: de passivas para ativas. De lugares nos quais o protagonismo é de um único indivíduo, para espaços colaborativos, de atuação coletiva e atividade cognitiva de todos os envolvidos, principalmente, dos estudantes. De horas dedicadas à escuta atenta de palestras para tempos aproveitados em práticas que problematizem situações reais, em projetos que promovam aprendizagem interdisciplinar. E muitas iniciativas têm sido feitas pelo mundo no sentido de promover aproximações sucessivas e exitosas em relação a esse novo paradigma educacional.

Muito se tem buscado, pesquisado, proposto como alternativas para uma educação significativa, personalizada e mobilizadora para que se possa agir com autonomia nos exigentes contextos do século XXI. O problema, no entanto, é o acesso às iniciativas, a restrição na disseminação das informações e aos resultados das pesquisas. É urgente pensar num instrumento eficaz para o diálogo, a interação entre os profissionais da educação que estão pensando e promovendo a mudança.

Mais do que isso: democratizar os avanços e tornar públicas as iniciativas bem sucedidas é urgente. De certa forma, permitindo a atualização, segundo as atuais tendências das ciências pedagógicas, estimulando o exercício, o uso de estratégias criativas e de metodologias ativas em todas as áreas de saber, em diferentes níveis da educação e, de modo especial, construindo e popularizando instrumentos de pesquisa que possam avaliar os resultados de experiências com metodologias ativas e criativas, tendo em vista a excelência da aprendizagem, se constrói o horizonte de mudanças e maior qualidade que pretendemos.

Além do mais, de importância singular, é permitir, ao lado da atividade do estudante, de sua autonomia e compromisso, o protagonismo dos educadores, dando-lhes a oportunidade – sem complicação – de ir ao encontro de todo esse cenário de progresso científico e metodológico e também expor suas próprias iniciativas. Isso porque quando poucos se ocupam de pensar e realizar as mudanças, a velocidade dos resultados pode não ser tão satisfatória. Trata-se de popularizar as transformações que estão sendo gestadas para a educação do século XXI e dos próximos pois, o esforço coletivo, a consciência global tem mais chances de nos levar, com rapidez, à meta.

A Alma – Associação Latina de Metodologias e Aprendizagem – objetiva justamente isso: qualidade, mudança, atividade e densa aprendizagem para todos, por meio do esforço e colaboração de todos. A Alma quer ser um movimento, uma dinâmica, um elemento impulsionador para que essa teia de colaboração e inovação, de fato, se realize.

Veja outros artigos deste autorVeja artigos de outros autores

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas