Datas Comemorativas

Hoje é: Dia do Ministério Público.

Amanhã é: Dia do Técnico da Segurança do Trabalho.

Artigos

Antonio Sávio da Silva Pinto - antonio@sabjur.com.br

Doutorando em "Innovation in Engineering Education", na Unesp de Guaratinguetá (SP) e CEO & Founder da empresa Mestra Educacional.

Professores e os desafios da aprendizagem no século XXI

Professor diante de 40 alunos acomodados em carteiras organizadas em fileiras, preparados para uma aula que será uma palestra de uma hora ou mais. Muitas vezes, no mesmo cenário, um quadro negro repleto de lições, teorias e teoremas que muito amedrontam e nada esclarecem. Quem tem mais de 20 anos lembra-se “dessa” sala de aula. A boa notícia é que tal realidade tem permanecido, cada vez mais, apenas no passado.

Nota-se que ainda há certa resistência por parte de alguns gestores em deixar de lado as tradicionais aulas expositivas, e fazer com que o aluno seja o centro do processo de aprendizagem através das metodologias ativas. O procedimento pode ser aplicado em diversas instituições de ensino desde a educação infantil até o ensino superior, com alternativas metodológicas - ativas, significativas e mobilizadoras - para que o professor possa “fazer a aula” com seus alunos, tornando-a espaço de trabalho, de protagonismo de educador e educando.

Aulas não podem ser momentos – apenas – para a “locução” de informações, mas espaços que buscam o maior desenvolvimento possível dos alunos, de suas habilidades, de suas múltiplas competências. E tais objetivos exigem metodologias e tecnologias de aprendizagem modernas e dinâmicas.

A nova geração de estudantes, e as demais que irão sucedê-la, é antenada e vive conectada a diversos acontecimentos o tempo todo. Além disto, realizam diferentes tarefas, e de forma simultânea, mobilizando informação adquirida em muitas áreas de saber para que possam executar o que desejam com êxito: relacionarem-se com as pessoas, tomarem decisões, prestarem serviços, gerarem renda, empreenderem e muitas outras ações. Por isso, a construção do conhecimento deve ser revisitada, para que possamos atender a essas expectativas.

Experiências inovadoras de aprendizagem já vem sendo utilizadas em vários outros lugares no mundo. Harvard, MIT, Universidade de Boston, Stanford, UC Texas, além de muitas outras instituições de ensino básico (fundamental e médio), as inseriram em seu cotidiano pedagógico, com ótimos resultados. Também a Mestra Educacional tem se dedicado desde 2011 ao estudo e aplicação de metodologias ativas de aprendizagem.

Essa efetiva experiência com metodologias ativas, nas salas de aula do ensino superior e médio, autoriza a Mestra a afirmar ser necessária uma mudança da atitude docente, de suas práticas pedagógicas, em vista das novas variáveis presentes, no século XXI, numa educação de qualidade. E, sem dúvida, considerar o docente peça essencial em qualquer mudança que se proponha para a sala de aula.

O professor é a liderança sem a qual não se operam transformações e seu maior desafio é fazer com que as novas oportunidades metodológicas resultem numa aprendizagem significativa, fruto da experiência e reflexão do aluno.

Veja outros artigos deste autorVeja artigos de outros autores

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas

obs: respeitar letras maiúsculas e minúsculas